Qual profissão você deve seguir? Guia Completo [Parte 2]

qual profissao seguir

Um grande número de pessoas já passou pelo momento de decidir que curso seguir e de determinar seu futuro no mercado de trabalho. Para muitos, esta tarefa é árdua e confusa, já que podemos apresentar diversas aptidões em diferentes disciplinas quando cursamos o ensino médio. Como foi dito na parte 1 deste post, para que se possa decidir com convicção e conquistar a felicidade no trabalho, é preciso considerar suas habilidades e em qual profissão você teria prazer em dedicar seu tempo e esforço.

Para te ajudar a decidir qual profissão combina com você, o Sala de Estudos separou diversas informações importantes sobre uma série de cursos em áreas diferentes. É muito importante lembrar que, caso você não tenha se interessados por nenhum dos cursos descritos a seguir, vale conferir a parte 1. Nela você encontra informações sobre outros cursos nas áreas de ciências humanas e sociais, exatas e artes.

Biológicas

evolução das espécies Darwin
Charles Darwin

Biologia

O curso de biologia fornece conhecimento sobre todas as formas de vida, das microscópicas até os maiores seres que já existiram. Nele, os estudantes analisam as interações entre os organismos e também a sua relação com o ambiente, por meio de aulas práticas e teóricas. Em grande parte do seu tempo, o aluno permanece em contato com plantas e animais, estudando sua anatomia e morfologia. Também conhecido como ciências biológicas, o curso de biologia é oferecido como bacharelado, para aqueles interessados em pesquisa científica e outras atividades, ou licenciatura.

Em média, a duração do curso de ciências biológicas é de 5 anos, abrangendo áreas como genética, evolução, botânica, imunologia, microbiologia e etc. Os graduados em biologia podem atuar em diversas áreas, como em órgãos públicos, ONGs, prefeituras, instituições de ensino, institutos de biotecnologia e empresas de biocombustíveis. Existem inúmeros concursos para formados em biologia que tendem a promover boas remunerações. Atualmente, um biólogo pode ganhar de R$ 2.000 a R$ 10.000, dependendo da área que optar no mercado de trabalho

Medicina

Juntamente com as demais áreas da saúde, o médico tem como função promover a cura e a prevenção de doenças, investigando suas causas. A fisiologia do corpo humano é objeto de estudo dos médicos, incluindo seu funcionamento e anatomia. O estudante de medicina possui uma grade curricular densa com matérias que incluem patologia, imunologia, genética, embriologia, histologia e muito mais. Além dos aspectos teóricos, os alunos mantém contato constante com disciplinas práticas e estágios em hospitais, UAPS, UPAs e clínicas. As opções de especializações são vastas para o curso de medicina, como pediatria, oncologia, oftalmologia, neurologia, ginecologia, urologia, cardiologia e etc.

O curso de medicina é integral e possui duração média de 6 anos, sendo que nos dois últimos o aluno se dedica à residência médica. O mercado de trabalho para o médico é amplo, onde ele pode trabalhar em hospitais, a serviço de planos de saúde, em clínica própria ou até mesmo com o planejamento de políticas públicas de promoção à saúde. Os salários para esta profissão podem ir de R$ 6.000 a R$ 18.000 ou mais.

Nutrição

O trabalho do nutricionista está intimamente ligado à alimentação e sua ligação com a saúde humana. O estudante de nutrição aprende como planejar e administrar programas de alimentação em uma variedade de lugares. No curso, o aluno entra em contato com disciplinas relacionadas a higiene alimentar, avaliação nutricional, qualidade dos alimentos e sua composição. As principais matérias estudadas na graduação de nutrição são fisiologia, anatomia, bioquímica, dietética, microbiologia e outras. A duração média do curso é de 4 anos, com estágio obrigatório.

O nutricionista pode trabalhar na supervisão da alimentação em escolas, hospitais, empresas, restaurantes, hotéis e muitos outros locais. Ele é capacitado para definir cardápios equilibrados de acordo com as necessidades específicas do grupo de pessoas que atende. Os formados em nutrição podem desenvolver produtos para indústrias alimentícias, além de participar da nutrição esportiva, saúde coletiva e da nutrição clínica. O ganho inicial de um nutricionista gira em torno de R$ 1.800, mas pode chegar a R$ 5.000. 

Fisioterapia

O estudante de fisioterapia aprende a tratar e prevenir doenças que afetam as funções musculares, os ossos e os tendões. Tais doenças são responsáveis por distúrbios na capacidade de movimentação. Assim como nas demais áreas da saúde, o curso de fisioterapia possui grade curricular voltada para as áreas biológicas. Existe grande direcionamento do tempo de curso para as aulas práticas e, além disso, para completar a sua formação o estudante precisa realizar o estágio obrigatório. O curso de fisioterapia tem duração média de 5 anos.

fisioterapiaAntes de decidir qual profissão combina com você, é preciso saber que as áreas de trabalho para fisioterapia podem variar bastante. O recém formado encontra oportunidades de trabalho no SUS, em hospitais e postos de saúde, bem como no atendimento esportivo e na assistência nas áreas de ortopedia, neurologia e respiratória. Outro ramo que vem crescendo para este profissional é a indústria de equipamentos, onde ele é responsável pela pesquisa e desenvolvimento de equipamentos para terapia. O ganho de um fisioterapeuta varia de R$ 1.500 a R$ 5.000.

Educação física

No curso de educação física o aluno aprende a desenvolver atividades físicas corporais e a relacioná-las à promoção da saúde. As matérias são em maioria relacionadas às ciências biológicas, sendo as principais: anatomia humana, fisiologia, nutrição, ortopedia e até mesmo primeiros socorros. Os estudantes mantém contato constante com inúmeros esportes e, quando formados, são aptos a atuar como personal trainer, orientador de equipes esportivas e na área de ensino. O estágio supervisionado é obrigatório e a duração média do curso de educação física é de 4 anos.

O profissional formado em educação física é requisitado principalmente em escolas e academias, mas seu campo de trabalho é bem amplo. Há opções nas áreas de recuperação pós-cirúrgica, de recreação, turismo ecológico, ginástica laboral e muitas outras. Os salários para educação física depende da modalidade cursada na graduação, bacharelado ou licenciatura, mas podem variar entre R$ 1.000 a R$ 10.000.

Farmácia

A graduação em farmácia apresenta disciplinas muito variadas, fazendo com que o farmacêutico desenvolva competências em diversas áreas. Este curso é ligado a física, biologia e química, sendo esta última, vista em vários módulos durante a formação. Além de estudar matérias como virologia, botânica, imunologia e bioquímica, o aluno também aprende sobre os serviços de saúde e sua atuação neste meio. A carga horária é bem dividida entre disciplinas teóricas e práticas, onde o aluno aprende a aplicar em laboratório aquilo que leu e, muitas vezes, a desenvolver suas próprias pesquisas. A grade curricular é muito densa e se divide em 5 anos de curso, com estágio obrigatório.

O mercado de trabalho para o farmacêutico é amplo. Ele abrange indústrias de medicamentos, cosméticos ou alimentos, pesquisa, ensino, vigilância sanitária, análises clínicas, perícia criminal, drogarias e muito mais. O mercado farmacêutico brasileiro é um dos maiores do mundo e tende a crescer cada vez mais. Além disso, é obrigatória a presença de um farmacêutico em lugares onde ocorre a dispensação de medicamentos como hospitais, postos de saúde e farmácias. O ganho inicial para o farmacêutico é de R$ 2.000 mas pode chegar a R$ 15.000.

Odontologia

Os estudantes de odontologia se dedicam ao estudo da saúde bucal. Por meio de aulas teóricas e práticas eles lidam com o tratamento de dentes, gengivas, mandíbula, maxilar e ossos da face. A grade curricular do curso possui disciplinas como anatomia e fisiologia, mas também apresenta matérias específicas como radiologia, periodontia, estética dental e implantodontia. O curso tem duração média de 5 anos e para se formar é necessário elaborar um TCC e cumprir o estágio obrigatório.

O dentista pode trabalhar com patologia dental, restauração, próteses dentárias, cirurgia bucal e até mesmo odontologia legal. O mercado de trabalho para a odontologia abrange hospitais, clínicas particulares, escolas, postos de saúde e empresas. Atualmente, o setor público é o maior empregador de graduados em odontologia. Os profissionais de odontologia têm uma das melhores remunerações no Brasil, com média de R$ 5.500.

Enfermagem

O curso de enfermagem forma profissionais capazes de restabelecer a saúde e promover a prevenção contra doenças. Durante o período de estudos o aluno aprende sobre administração de medicamentos, epidemiologia de doenças, curativos e muito mais. O enfermeiro é um dos profissionais obrigatórios em equipes de saúde e seus serviços são fundamentais e exclusivos desta profissão. A grade curricular apresenta muitas aulas práticas, e matérias nas áreas de biológica, sociologia, psicologia e até mesmo administração. A graduação em enfermagem exige estágios e dura 4 anos.

O governo federal promove equipes para a saúde da família que contam com, pelo menos, um enfermeiro. Estas equipes são obrigatórias em cada ponto de atenção primária de saúde. Assim, a maior oferta de empregos para os enfermeiros se encontra no setor público, mas pode-se atuar também em clínicas e hospitais privados. Os formados em enfermagem podem ainda prestar serviços em domicílio cuidando de pessoas enfermas, trabalhando por conta própria. O salário de um enfermeiro pode variar de R$ 1.400 a R$ 4.400, dependendo da área de atuação.

Linguagem

Machado de Assis literatura
Machado de Assis

Jornalismo

Os estudantes de jornalismo lidam com conteúdos relacionados com a comunicação, os meios de informação e os aspectos culturais ligados a eles. Neste curso, os alunos aprendem técnicas de edição de imagem e som e matérias como redação e edição de textos. O curso de jornalismo tem diversas aulas práticas interessantes como rádio, TV, jornalismo impresso e fotojornalismo. Para concluir este curso é preciso fazer estágios e apresentar um TCC, além disso, os estudantes precisam completar 4 anos de curso.

É importante ressaltar que, antes que você decida qual profissão seguir, é preciso lembrar que o diploma de jornalismo não é obrigatório. Apesar disso, o jornalista pode trabalhar com comunicação digital ou empresarial, reportagem, edição e divulgação de notícias na internet, TV, rádio, jornais ou revistas. Existem diversas áreas que o jornalista pode se especializar, como a esportiva, a política e a econômica. Além disso o jornalismo pode se subdividir em três tipos: informativo, optativo e interpretativo. A remuneração de jornalistas podem ir de R$ 1.000 a R$ 4.000.

Comunicação

O curso de comunicação possui muitas disciplinas relacionadas às ciências humanas e à linguagem. Existem várias especializações reconhecidas pelo MEC que podem ser escolhidas no vestibular ou durante o curso. Dentre as principais especializações estão: marketing, publicidade e propaganda, relações públicas, cinema e multimídia. Algumas das matérias estudadas durante a graduação em comunicação são design, teoria política, sociologia e português. O curso dura em média 4 anos e requer trabalho de conclusão de curso e estágio.

As áreas de trabalho para os formados em comunicação estão concentradas, principalmente, nas grandes cidades. Estes profissionais podem trabalhar com desenvolvimento de conteúdo, marketing e propaganda, gerente de comunicação ou de relações públicas e etc. Dependendo da escolha da carreira os salários são muito altos. A remuneração inicial para profissionais de comunicação é cerca de R$ 1.500, mas pode chegar a R$ 10.000.

Publicidade e propaganda

A formação em publicidade e propaganda requer grande capacidade de comunicação e criatividade por parte do estudante.  No curso, os alunos aprendem a desenvolver técnicas de comunicação para anunciar produtos, ideias ou serviços e fazer com que sejam adquiridos pelos consumidores. A grade curricular é variada e possui, dentre suas disciplinas, antropologia, direção de arte, português, estratégia de marketing, criação publicitária e comunicação. A graduação em publicidade é disponibilizada como bacharelado e dura em média 4 anos.

O avanço da tecnologia e do poder de comunicação abre um espaço amplo para a atuação do publicitário. É possível trabalhar em agências de propaganda, empresas, no setor público, em consultorias e muito mais. O mercado de trabalho para publicidade, apesar de ser muito exigente, é muito variado. Os grandes centros urbanos concentram a maior porcentagem de vagas de emprego para graduados em publicidade. Os salários podem variar entre R$ 1.800 a R$ 4.000, mas pode aumentar dependendo do local de trabalho. 

Letras

O curso de Letras é uma ótima escolha para quem se dava bem nas aulas de português e redação no ensino médio. Nele você aperfeiçoa seus conhecimentos gramaticais na língua nativa, além de aprender novos idiomas. Dependendo do curso, você pode se especializar em inglês, espanhol ou alemão. No entanto, não são raras as faculdades que focalizam em línguas clássicas, como latim e grego. Assim, os estudantes interessados devem pesquisar bem e procurar olhar a grade curricular do curso para ver qual opção se adéqua melhor à suas necessidades.

O curso de Letras possui uma duração média de 4 anos. Ele prepara o aluno para, no caso da licenciatura, dar aulas de gramática ou de literatura para escolas do ensino médio ou do ensino fundamental. Há oportunidades também de lecionar, com um mestrado ou especialização, no ensino superior. Além disso, o profissional pode optar por dar aulas de outros idiomas em cursos especializados ou trabalhar na edição de um jornal ou revista como revisor ou tradutor de matérias. O salário varia entre R$ 800,00 e R$ 2500,00.

Pedagogia

pedagogiaO curso de pedagogia é oferecido na modalidade de licenciatura ou bacharelado. Na formação o estudantes passa a conhecer os princípios da educação e os diversos métodos de ensino que podem ser aplicados para promovê-la. Durante o curso, o estudante mantém contato com disciplinas como história, sociologia, filosofia e diversas matérias optativas. Há um direcionamento de parte da carga horária para aulas práticas onde o estudante de pedagogia entra em contato com seu futuro espaço de trabalho. O curso tem duração de 4 anos, em média.

O profissional de pedagogia pode trabalhar com consultorias, ensino infantil e juvenil, edição de livros didáticos, escolas de idiomas, educação superior e em órgãos públicos. Algumas instituições de ensino promovem a capacitação do graduado em educação especial, educação rural e até mesmo pedagogia bilíngue, relacionada ao ensino de libras. O salário para pedagogos gira em torno de R$ 1.000 a R$ 4.000. 

Se você ainda não descobriu qual profissão será a sua, não pode deixar de conferir a parte 1: