Os 10 Melhores Métodos de Estudo para Passar em Qualquer Prova

estudantes fazendo prova

Ao estudar para alguma prova, sempre nos perguntamos quais os métodos de estudo mais eficientes que possam trazer resultados significativos, compensando o tempo gasto lendo e memorizando um conteúdo.

Aqui, listaremos 10 técnicas infalíveis e comprovadas por algumas das melhores universidades americanas. Se aplicadas com disciplina, elas podem realmente impulsionar seus estudos e trazer imensos benefícios para sua vida acadêmica. São métodos que vêem mostrando muitos resultados positivos, tanto para quem estuda para o Enem, quanto para quem estuda para concursos.

Confira também:

1 – Crie e mantenha uma agenda de estudos

Delimitar algumas horas do dia para estudar é importante para manter a disciplina e introduzir em seu  inconsciente uma noção de horário. É imprescindível que o horário varie o menos possível de um dia para outro. Assim, sempre que chegar aquela hora, sua mente estará preparada para começar a estudar. Funciona exatamente como a alimentação. Sempre que chega a hora do almoço, ficamos com fome e vamos comer.

O número de horas de estudo por dia pode variar dependendo das tarefas e da capacidade de concentração de cada um. No entanto, o recomendado varia de 1 a 2 horas por dia para cada hora que você estuda na escola. Ou, se estuda de forma independente, 4 horas por dia já fazem uma grande diferença. O verdadeiro aprendizado acontece dessa maneira. A escola pode até dar o ponta-pé inicial, mas o conhecimento só vem mesmo quando nos esforçamos por conta própria.

2 –  Defina um local apropriado

Se você possui algum problema de concentração, o ambiente que o cerca pode ser problemático. A distração ocorre, principalmente, em ambientes de estudo que não atendem a certos critérios de sonoridade ou iluminação. Sua mesa ou escrivaninha devem estar posicionadas no lugar mais calmo da casa. Se possível, com uma boa iluminação natural e livre de distrações. Assim como nos demais métodos de estudo, manter-se em um único lugar todo dia traz inúmeros benefícios para sua concentração.

3 – Deixe todos os materiais que você precisa a seu alcance

Melhores métodos de estudo

Uma mesa com todos os materiais que você precisa evita perdas de tempo ou desculpas usadas para interromper nosso trabalho. É importante tentar o máximo possível ficar longe do celular durante esse tempo, pois ele é uma ótima ferramenta para distrair as pessoas. No entanto, se você o usa para estudar, tente desabilitar as mensagens instantâneas e as ligações para não provocar curiosidades desnecessárias. Se você já leu até aqui, com certeza já sabe que as distrações são nossas maiores inimigas quando o assunto é estudar.

4 – Crie Flash Cards

Você sabe o que são Flash Cards? Nada mais são que cartões normais, do tamanho de um cartão de crédito ou um pouco maior, dependendo do gosto de cada um. Mas para que servem? Bem, os flash cards ajudam muito na memorização e revisão de um conteúdo. Com eles, não é preciso passar horas lendo  os resumos ou revisões que escrevemos.

Para utilizá-los, é simples, basta anotar uma pergunta que resume bem o conteúdo aprendido em sua parte frontal e, em suas costas, anotar a resposta. Quando ler a pergunta, tente respondê-la mentalmente e depois vire o cartão para conferir a resposta. Pessoas que utilizam esse simples método para lembrar do conteúdo, relatam que conseguem melhorar em até 70% a fixação da matéria na mente.

5 – Não espere por inspirações

Claro que, quando estamos inspirados, nossa motivação aumenta e, com isso, nossa produtividade sobe bastante. No entanto, não é todo dia que ficamos inspirados; então, se formos esperar por esse sentimento, provavelmente não estudaremos quase nunca. A dica é “começar”. Talvez a parte mais entediante seja o início, pois quando pegamos o ritmo e engrenamos, o estudo vai se tornando mais interessante.

É como um atleta que precisa se preparar para um campeonato. Ele não fica sentado esperando pela inspiração, mas vai treinar com tudo que tem para, quando a hora chegar, estar preparado para a ação. 

6 – Mantenha um caderno de anotações

Manter um caderno de anotações é uma ótima técnica de estudo, pois saber onde cada parte da matéria está, facilita e economiza tempo quando for preciso fazer uma revisão, além de consolidar melhor o conteúdo na memória. Alguns especialistas recomendam ter um caderno para cada disciplina para manter as coisas organizadas, mas, na maioria das vezes, isso não é tão necessário, já que algumas disciplinas não são tão extensas a ponto de preencherem uma brochura inteira.

7 – Não se apegue somente a um ponto de vista

Melhores métodos de estudo
Shkiper / Pixabay

As diversas opiniões que surgem mundo a fora é que fazem o conhecimento humano evoluir. Assim, teses, antíteses e sínteses existirão para sempre, uma vez que a ciência não é estática no tempo. Portanto, é sempre bom consultarmos materiais diferentes quando formos estudar. Isso não só permite compreender melhor os conteúdos, como também aumenta o nível de cultura que possuímos.

Procurar fontes diferentes para o mesmo assunto faz com que o aprendizado se torne mais sólido, pois o que não for possível aprender com um autor, provavelmente será possível aprender com outro. As pessoas, quando escrevem algo, focalizam em termos que compreendem melhor, deixando os que não dominam com menos destaque. Então, diversifique quando for estudar, procure novas fontes, estude a mesma matéria a partir de obras diferentes. Com certeza, esse é um dos melhores métodos de estudo atualmente.

 

8 – Esquematize

Uma ótima forma de estudar e aprender organizando seus pensamentos é montar esquemas sobre o assunto em questão. Os esquemas são muito eficazes ao se preparar para provas, já que possibilitam o desenvolvimento da memória para uma recordação rápida do conteúdo. Este é um dos métodos de estudo que são mais práticos e flexíveis, dispensando a necessidade de decorar de forma rígida todo o conteúdo de um texto.

Dessa maneira, é possível articular as ideias centrais, mantendo a lógica e garantindo a compreensão do que tem que ser estudado. Um ótimo truque é dar atenção aos conteúdos além do texto, que podem atuar complementando o entendimento. Alguns livros apresentam figuras já esquematizadas que são facilitadoras, principalmente nos momentos em que o texto é complexo e difícil de ser resumido em tópicos.

9 – Estude de forma contínua

A maior parte das pessoas prefere deixar as obrigações não urgentes para depois, este é o fator que mais atrapalha o rendimento em avaliações. Apesar de ser clichê, o estudo contínuo possui efetividade e é o diferencial entre aqueles que obtém sucesso ou fracasso em uma prova. Incrementar métodos de estudo na rotina é muito simples, além de poupar tempo e energia do aluno.

Apenas revisar o conteúdo no dia anterior ao da prova é mais fácil do que tentar aprendê-lo do início. Somente 30 minutos por dia dedicado à revisão da matéria não é prejudicial a nenhum compromisso ou espaço de tempo que deseja-se ter livre. Além disso, é importante para a saúde mental o exercício do raciocínio, da memória e do pensamento. Assim, manter contato com o estudo diário melhora não só as notas, mas também a comunicação e o convívio social.

10 – Tente relacionar o conteúdo com o dia a dia

A melhor maneira de deixar os estudos mais interessantes é relacionando cada conteúdo ao dia a dia. Ver a função do que se aprende, quais as aplicações e como isso pode interferir na vida das pessoas desperta curiosidade. Além de ser um dos métodos de estudo mais eficaz e animador. Olhar sempre para os livros com pensamentos pessimistas pode interferir de forma negativa no rendimento que se deseja ter. Por isso, é preciso manter em mente que tudo sobre o que se aprende desempenha e continuará a desempenhar uma função relevante, seja na sociedade, na natureza e até mesmo no próprio corpo.