Contribuições africanas para a Cultura Brasileira

Contribuições africanas para a Cultura Brasileira

Sabemos que, desde o início da colonização, o Brasil recebe influência da África. São inúmeras as contribuições africanas para a cultura brasileira em geral. Sabemos também que o brasileiro teima em esquecer esse processo histórico que está presente em sua vida desde o nascimento. Se elevarmos o raciocínio a uma maior potência, iremos perceber que foi a África o berço de toda humanidade.

Além disso, o Brasil possui a maior população de africanos do mundo – sem contar a própria África. Por isso, devemos tentar abraçar a diversidade que ocorre em nosso país, sem perder de vista o respeito mútuo entre as raças, etnias e qualquer outro tipo de diferenciação insignificante que possam inventar. Vamos então conhecer quais foram as principais contribuições africanas para a cultura brasileira.

Principais Contribuições Africanas para a Cultura Brasileira

Culinária

Na culinária, os negros nos deixaram diversos pratos típicos da África que agora são também do Brasil. Alimentos como acarajé, farofa, quibebe e vatapá eram conhecidos por serem oferendas aos aos deuses venerados pelos negros. O azeite-de-dendê, usado na preparação de alguns destes alimentos, também foi trazido da África.

Contribuições africanas para a Cultura Brasileira

Uma outra comida bastante famosa aqui e lá fora por ser típica e exótica é a feijoada. Para quem não sabia, a feijoada era preparada  com os restos de carne que sobravam da comida dos senhores de engenho. Enquanto eles comiam a carne mais nobre do porco, os escravos ficavam com os restos, como pés, orelhas, línguas, etc. Todas essas partes eram reunidas e jogadas no feijão até que cozinhassem. O que ninguém poderia imaginar naquela época é que hoje muita gente iria optar por comer feijoada em vez de filé.

Música

Música Africana
chenjie_victoria0 / Pixabay

Uma outra contribuição africana importante para o brasil foi a música. Atualmente, um dos gêneros musicais mais conhecidos e populares do Brasil é o samba. Ele foi criado no Rio de Janeiro a partir do samba de roda, que era uma espécie de dança com traços africanos criado na Bahia.

Dessa forma, o samba, embora tenha sido criado a partir de uma mistura de culturas africana e europeia, se estendeu por todo o Brasil por meio dos movimentos negros. Grandes artistas brasileiros, reconhecidos nacional e internacionalmente por cantarem e reproduzirem o samba, levam o gênero às ruas durante uma das maiores festividades brasileiras, o carnaval, que iremos falar adiante.

Outros gêneros musicais, como jazz e blues, também derivaram da África. É impossível, hoje em dia, negar a influência que a cultura africana teve no Brasil.

Dança

Dentre as danças que herdamos da África, talvez a mais popular seja a capoeira, a qual se tornou um verdadeiro símbolo nacional. Hoje, ela é promovida por grandes órgãos do governo como uma forma de levar cultura aos moradores de comunidades e de bairros mais pobres das cidades brasileiras.

Contribuições africanas para a Cultura BrasileiraA capoeira era uma luta que os ex-escravos ensinavam aos cativos para se defenderem dos brancos. Pouco a pouco foi adotando ritmos musicais em seus movimentos para que os treinos passassem despercebidos pelos capatazes.

Essa mistura de arte marcial com dança chegou a ser proibida por um bom tempo no Brasil até perceberem que ela era um símbolo nacional e começarem a incentivá-la. Além disso, em 2014, ela foi declarada pela Unesco como sendo um Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. Sem sombra de dúvidas, a capoeira representa uma das maiores contribuições africanas para a cultura brasileira.

Religião

Uma das religiões africanas que predomina no Brasil é o Candomblé. Ela derivou do animismo africano  e espalhou-se pelo mundo todo mesmo sendo proibida pela igreja durante vários séculos e, inclusive, pelo governo de alguns países.

No Brasil, os negros vindos de diferentes partes da África cultuavam diferentes orixás. Mas, como ficavam reunidos em senzalas, tiveram que se adaptar e se unir, juntando essas diferentes práticas religiosas em uma só. Para isso, eles nomeavam um pai de santo que possuía a autoridade religiosa máxima.

Outra religião é a umbanda que se formou a partir do candomblé, do espiritismo e do catolicismo.

Línguas

Pode parecer que falamos português, mas a verdade é que nosso português pegou vários vocábulos de línguas estrangeiras. Diversas palavras que usamos vieram do iorubá, que era uma língua nigeriana. Elas foram trazidas para cá por escravos que vieram nos navios negreiros durante a colonização.

A maioria dos nomes dos alimentos,  citados acima são de origem iorubá. Assim como as palavras utilizadas durante um ritual do candomblé também possuem essa origem. Nossa língua, assim como nós, é uma mistura de diversas culturas. Pode não ser a língua mais fácil de aprender, mas ainda sim é nossa. A língua também é uma das principais contribuições africanas para a cultura brasileira.

 

Quais foram as contribuições africanas para a cultura brasileira que você achou mais interessantes? Conhece outras que não estão listadas aqui? Explique para nós nos comentário!!